Malô

 

Aqui de novo,

Vou cantar para você,

Para o meu povo,

Até o dia amanhecer,

Saia o sol ou venha a lua,

O meu samba vai a rua.

 

O meu samba

Hoje vai sair a rua,

Vai com alegria

De quem muito amou na vida,

Traz contido toda euforia

De uma alma enaltecidada.

 

O meu samba tem

Na cadência, a esperança,

Tem o amor

E a inocência de uma criança.

 

Alô Malô,

Meu inesquecível amor,

Teu olhar profundo,

O mais lindo deste mundo,

Que nunca do teu rosto desfaça,

Toda a poesia, toda tua graça.